Home Agenda

Mestrado em Engenharia das Fachadas

ENQUADRAMENTO

ANFAJE e FCT-NOVA assinam Protocolo de Parceria

Após três edições do curso de Pós-Graduação em Engenharia das Fachadas, organizado pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova – FCT NOVA com o apoio da ANFAJE, surge agora o curso de Mestrado em Tecnologia de Fachadas.

Neste âmbito, no passado dia 19 de Julho, a ANFAJE assinou com a FCT-NOVA um Protocolo de Parceria, demonstrando o seu interesse e apoio activo na formação de natureza profissionalizante na área da Tecnologia de Fachadas que terá início em Setembro de 2021, em regime pós-laboral.

De acordo com o protocolo celebrado, a ANFAJE compromete-se a dar todo o suporte na co-orientação e desenvolvimento de dissertações de mestrado dos alunos e na realização de estágios ou formação em serviço pelos alunos nas empresas do sector.

A ANFAJE apoia activamente o curso de Mestrado em Tecnologia de Fachadas, pois considera indispensável para aumentar as qualificações dos actuais e futuros colaboradores do Sector das Janelas e Fachadas, o que permite desenvolver a competitividade das empresas no mercado global e, assim, contribuir decisivamente para o crescimento da economia portuguesa.

OBJECTIVOS

O Mestrado em Tecnologia de Fachadas terá como objectivo formar especialistas, com conhecimentos interdisciplinares, para que estejam habilitados a liderar e a desenvolver actividades de análise, projecto, gestão e inovação no domínio das fachadas dos edifícios, nos seus aspectos técnicos, ambientais e socioeconómicos. O curso pretende desenvolver e aprofundar competências transversais interdisciplinares em diferentes tópicos, como sejam, o desempenho (higrotérmico, acústico, lumínico e estrutural), a qualidade e a sustentabilidade, tecnologias e inovação e integração de renováveis nas fachadas, em parceria com a rede internacional, European Facade Network.

PROGRAMA

Conheça o programa do Mestrado em Tecnologia de Fachadas aqui.

DESTINATÁRIOS

Licenciados em Engenharia ou Arquitectura.

PROPINAS

Estudantes nacionais: 1500 Euros/anual (condições especiais para Associados ANFAJE – consultar a associação)

Estudantes internacionais: 7000 Euros/anual

DATA

Início em Setembro de 2021

LOCAL

FCT-NOVA – Monte da Caparica

INSCRIÇÃO

Mestrado em Engenharia das Fachadas
ler mais

Novos apoios financeiros para a troca de janelas ineficientes por janelas eficientes classe «A+»

Após o sucesso da 1ª fase, o Programa de Apoio a «Edifícios mais Sustentáveis» (PAE+S), do Fundo Ambiental, tem agora uma dotação de 30 milhões de euros para financiar obras de reabilitação, incluindo a substituição de janelas antigas por novas janelas eficientes de classe «A+».

A 2ª fase do programa insere-se no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que aposta na melhoria da eficiência energética dos edifícios como uma prioridade para a recuperação económica, para a transição climática (de acordo com o Pacto Ecológico Europeu) e para a duplicação da taxa de renovação (de acordo com a iniciativa europeia “Vaga de Renovação”). O PAE+S enquadra-se ainda nos objectivos definidos no PNEC 2030 e na ELPRE.

As candidaturas reabriram no dia 22 de Junho de 2021 e terminarão às 23h59 do dia 30 de Novembro de 2021 (ou até à data em que seja previsível esgotar a dotação prevista). Para a tipologia «Janelas Eficientes», a taxa de comparticipação para a substituição de janelas ineficientes por janelas eficientes de classe energética igual a «A+» é de 85%, no limite máximo de 1.500 €.

 

ÂMBITO:

  • Edifícios de habitação existentes, unifamiliares, bem como edifícios multifamiliares ou suas frações autónomas, construídos e licenciados para habitação até 31 de dezembro de 2006, inclusive, em todo o território nacional.
  • Edifícios de habitação existentes, unifamiliares, bem como edifícios multifamiliares ou suas fracções autónomas, construídos e licenciados até 1 de julho de 2021, apenas para as intervenções que se enquadrem nas tipologias 3, 4, 5 e 6 do ponto 6.3 deste regulamento.

 

BENEFICIÁRIOS: Pessoas singulares que comprovem a qualidade de titular de qualquer direito de realizar as intervenções nos imóveis candidatos, incluindo os seus proprietários e co-proprietários ou o cabeça de casal de herança indivisa.


TIPOLOGIAS, LIMITES E TAXAS DE COMPARTICIPAÇÃO:
Cada candidato está limitado a um incentivo total máximo de:

  • 7.500€ (sete mil e quinhentos euros), por edifício unifamiliar ou fração autónoma;
  • 15.000€ (quinze mil euros) no caso particular de edifício multifamiliar (prédio) em propriedade total.

Caso já tinham sido apoiadas intervenções na 1ª fase do programa, a estes montantes são deduzidos os montantes apoiados desde 7 de setembro de 2020.

O candidato pode optar por acompanhamento técnico e certificação energética do imóvel intervencionado, durante e após execução de uma ou mais das supra enunciadas tipologias de projecto, opção essa que é apoiada pelo presente regulamento através de uma taxa de comparticipação de 85% até um limite máximo de 200€, atribuído uma única vez para o mesmo edifício ou fracção autónoma e, portanto, associado a uma única tipologia de intervenção, conforme detalhado no ponto 7 do Anexo I.

CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE: O candidato pode apresentar mais do que uma candidatura em diferentes momentos ao longo do prazo para apresentação de candidaturas ao presente programa, desde que as mesmas visem:

  • A mesma tipologia de projecto, desde que não exceda os limites estabelecidos por candidato e por tipologia de intervenção;
  • Diferentes tipologias de projecto no mesmo edifício ou fracção autónoma;
  • A mesma tipologia de projecto em diferentes edifícios ou fracções autónomas.

Cada candidatura deve incluir apenas uma tipologia de projecto, referente a apenas a um edifício ou fracção autónoma. Os titulares de edifícios de habitação existentes, unifamiliares, bem como edifícios multifamiliares ou suas fracções autónomas, construídos e licenciados para habitação a partir de 31 de dezembro de 2006 e até 1 de julho de 2021, apenas podem apresentar projectos referentes às tipologias 3, 4, 5 e 6 referidas no ponto 6.3. do presente regulamento.

Os instaladores e, sempre que aplicável, os fabricantes das soluções apoiadas pelo presente regulamento, quer sejam empresas ou técnicos em nome individual, devem possuir alvará, certificado, declaração ou outro documento aplicável que os habilite a proceder à intervenção em causa e estar inscritos nas plataformas existentes de acordo com cada tipologia de projecto. Para a tipologia «Janelas Eficientes», a empresa tem de estar inscrita na plataforma CLASSE+, em www.classemais.pt, ou no Portal casA+, em https://portalcasamais.pt/ (se a empresa for apenas instaladora das janelas e não for aderente ao CLASSE+, então a empresa deve estar inscrita no directório do Portal casA+).


DOCUMENTAÇÃO DO PROGRAMA:

 

MAIS INFORMAÇÃO: clique aqui

LINK PARA O FORMULÁRIO DE CANDIDATURA : clique aqui

Esclarecimentos adicionais: contacte o e-Balcão.

Novos apoios financeiros para a troca de janelas ineficientes por janelas eficientes classe «A+»
ler mais

Webinário «Internacionalização através do Digital»

ENQUADRAMENTO

A ACADEMIA ANFAJE, em parceria com Marco Gouveia, professor do Atelier Digital da Google e consultor digital, organizou o webinário ‘Internacionalização através do Digital’, o último do Ciclo de Três Webinários dedicados ao Marketing Digital para o Sector das Janelas, Portas e Fachadas.

Programa:
1. A importância da internacionalização dos negócios
2. De que forma é que o Digital pode ajudar na pesquisa e análise de
Mercados Internacionais?
3. Dicas e ferramentas úteis

Ainda que se possa pensar que as janelas, portas e fachadas são produtos que não se vendem online, é extremamente importante apostar e alavancar a presença online das empresas do sector. O digital é uma oportunidade para estabelecer relações próximas com os clientes.

 

O Ciclo de Três Webinários teve o patrocínio das empresas Deceuninck NV e Panedge – Indústria e Comércio de Painéis, Lda.

OBJECTIVOS

1. A importância da internacionalização dos negócios;
2. De que forma é que o Digital pode ajudar na pesquisa e análise de
Mercados Internacionais?;
3. Dicas e ferramentas úteis.

PROGRAMA

Esta informação já não está disponível.

DESTINATÁRIOS

  • Profissionais do Sector das Janelas, Portas e Fachadas
  • Directores e profissionais de Marketing
  • Gestores de Produto
  • Directores e profissionais de Comunicação Empresarial

PREÇO

Gratuito

DATA

20 Maio, 2021 – das 09h30 às 11h00

LOCAL

On-line

INSCRIÇÃO

Inscrições encerradas.

Webinário «Internacionalização através do Digital»
ler mais

Rede Global da Diáspora – Sessão de Apresentação

ENQUADRAMENTO

A ANFAJE – Associação Nacional de Fabricantes de Janelas Eficientes, em parceria com a Fundação AEP, irá organizar no próximo dia 20 de Outubro, às 17h00, uma Sessão de Apresentação da Rede Global da Diáspora, plataforma digital que pretende ajudar as PME a Exportar, com a ajuda das comunidades portuguesas espalhados pelo Mundo.

A Rede Global tem o mapeamento das empresas e dos portugueses que residem no estrangeiro, facilitando o networking empresarial e o acesso a mercados internacionais.

A sessão decorrerá on-line, via Zoom.

Inscreva a sua empresa gratuitamente e faça parte da MAIOR REDE COLABORATIVA DA DIÁSPORA PORTUGUESA!

OBJECTIVOS

Objectivos da Rede Global da Diáspora para as Empresas:

  • Ligação a uma rede de milhares de empresas e portugueses, em mais 123 países.
  • Conhecer portugueses que o podem ajudar a fazer crescer o seu negócio noutros mercados.
  • Aproveitar as redes de distribuição para aumentar as suas exportações.
  • Partilhar e receber oportunidades de negócio e investimento.

PREÇO

Gratuito

DATA

20 de Outubro – 17h00

LOCAL

On-line (via Zoom)

INSCRIÇÃO

Inscrições encerradas.

Rede Global da Diáspora – Sessão de Apresentação
ler mais